sexta-feira, 18 de março de 2016

Meu filho está se desenvolvendo direito?



Uma preocupação que tem se tornado comum nas casas de muitas famílias é sobre como está sendo o desenvolvimento de suas crianças. Algumas crianças que têm chegado à fase escolar estão apresentando dificuldade de acompanhar o ritmo de seus colegas, seja no acompanhamento dos conteúdos ou nas interações sociais.
Com isso, muitos responsáveis tem se perguntado se seus filhos tem se desenvolvido de forma correta ou se tem algum problema que precise ser tratado com um profissional especializado.
A questão do desenvolvimento humano já foi tema de interesse de muitos estudiosos, como Jean Piaget, Lev Vygotsky, Henri Wallon, Sigmund Freud, Anna Freud, Melanie Klein, Donald Winnicott, Françoise Dolto, entre outros. Esses autores são conhecidos por mostrar diferentes perspectivas do desenvolvimento infantil, separando o desenvolvimento por fases distintas. Apesar das diferenças, um elemento comum aparece em todas: a interação com outras pessoas.
O desenvolvimento das crianças necessita da interação delas com os pais, outras crianças, outros familiares, com professores e outros cuidadores. São os estímulos que essas pessoas oferecem que ajudará a criança a atingir uma nova fase de seu desenvolvimento. Brincadeiras, leituras, jogos, acesso a aparelhos eletrônicos, sentar junto para realizar tarefas, passar tempo de qualidade se relacionando com a família e amigos, conversar com a criança usando meios que sejam adequados a ela poderão ajudar em seu desenvolvimento saudável.
Não adianta a criança ter acesso apenas a um tipo de estímulo, pois é a apresentação de estímulos diversificados que vão proporcionar ganhos desenvolvimentais. Assim, tempo em excesso em uma única atividade, como em aparelhos eletrônicos, pode empobrecer e criar lacunas em seu crescimento. Quanto mais diversificados os estímulos mais a criança terá possibilidade de aprender coisas novas e diferentes que serão importantes para ela durante sua vida.
Há sim aquelas crianças que precisaram de ajuda de profissionais especializados para auxiliar seu desenvolvimento. Vale lembrar também que cada pessoa tem um ritmo de desenvolvimento diferente. Por isso é importante também buscar avaliação de profissionais, como médico, fonoaudiólogo e psicólogo, em casos de suspeitas de haver algum atraso no desenvolvimento para saber se há ou não necessidade de acompanhamento para que haja um crescimento saudável.

Escrito por Sheila F. Machado - Psicóloga Clínica - CRP-01/16880

Nenhum comentário:

Postar um comentário